R. Dr. Agnaldo da Silva Leal, 53
Cidade Alta • 95700-358
Bento Gonçalves • RS

(54) 3454-5097
energisul@energisul.com.br

Serviços > Informativos

10/05/2021

Mercado Livre de Energia

A energia elétrica é um dos serviços mais importantes para a sociedade moderna, estando presente em quase tudo o que fazemos. Para empresas e indústrias, ela não só é imprescindível, como pode também ser a responsável por uma de suas maiores despesas e um verdadeiro peso se não gerida de forma eficiente.
Não há dúvidas de que atualmente pagamos muito caro pela energia.
Mas será que existe alguma alternativa para reduzir gastos e ter mais previsibilidade na conta de energia? A resposta é sim e explicaremos abaixo o porquê.
Entenda como migrar para o mercado livre de energia pode trazer vantagens competitivas nos diferentes processos e como a energia impacta a cadeia de valor das empresas!

A SUA EMPRESA É QUE ESCOLHE O FORNECEDOR DE ENERGIA!!

Vamos conferir as principais razões pelas quais cada vez mais empresas, e até mesmo pequenos negócios e residências, estão migrando para o mercado livre de energia:

1)Escolha do fornecedor
A primeira grande vantagem é algo que não se encontra no mercado cativo: a possibilidade de escolher o seu próprio provedor de energia. Aqui, cada consumidor negocia livremente o tipo de energia, a quantidade, o preço, a duração do contrato, dentre outras condições diretamente com a empresa que quer contratar, ou seja, tem também maior controle da qualidade do serviço contratado. Ter essas possibilidades em mãos contribui para a crescente migração de empresas de diversos setores para o mercado livre, sendo um exemplo o setor industrial brasileiro, onde 85% já estão no mercado livre.

2)Previsibilidade orçamentária
No mercado livre, é possível ter uma estimativa do que haverá de gasto com energia ao longo dos meses. Isso porque o fornecimento é feito por contrato, ou seja, a negociação de valores e o cálculo estimado de demanda/ gastos são realizados com antecedência e podem ser projetados até o fim do período, sem sofrer com a volatilidade de preços do mercado cativo.

3)Redução custos
A possibilidade de consultar diferentes empresas e avaliar a concorrência permite, de imediato, escolher o fornecedor que entrega a melhor qualidade e o preço mais adequado à realidade do consumidor. Além disso, a negociação de um contrato de longo prazo traz possibilidades não só de combinar o valor da energia de forma direta, mas de planejar demanda e gastos antecipadamente, aumentando exponencialmente as chances de garantir uma importante redução de custos já no curto prazo - o que contribui diretamente para o aumento da competitividade da empresa em seu mercado.

4)Diminuição de tarifas e encargos
No mercado livre, os consumidores não estão sujeitos às bandeiras tarifárias, pois os preços são negociados antecipadamente em contrato. Além disso, no mercado livre é muito mais comum o consumo de energia a partir de fontes incentivadas, que são geradas a partir de fontes alternativas e renováveis, como solar, eólica, biomassa, PCHs, biogás e cogeração qualificada. Nessa categoria, é concedido aos consumidores um desconto na Tarifa de Uso do Sistema de Distribuição (TUSD), que pode ser de 50%, e até 100%.

5)Contribuição sustentável
Como mencionado no tópico anterior, existe o incentivo para o consumo de energia renovável no mercado livre, o que promove a diminuição da emissão de gases de efeito estufa e colabora com metas e protocolos de sustentabilidade. Esse ponto contribui diretamente para a gestão sustentável e de imagem das empresas, pois trata-se de um diferencial competitivo muito forte, impulsionado não apenas pelas orientações de órgãos mundiais e metas de gestão sustentáveis, mas por ser cada vez mais exigido pela sociedade, que cada vez mais exige atitudes ambientalmente responsáveis das empresas que consomem e contratam.

6)Contribuição ao desenvolvimento do país
O crescimento da quantidade de consumidores de diferentes setores contribui com o amadurecimento do mercado. Por sua vez, a expansão do mercado livre, que incentiva a adesão a fontes flexíveis em contratos de longo prazo, colabora com a construção de novos parques geradores renováveis, movimentando a cadeia produtiva e beneficiando tanto a economia como a sociedade brasileira.

Planilhas de Cálculo